Bióloga Mercedes Bustamante assume a presidência da CAPES

11 de janeiro de 2023

A Bióloga Mercedes Bustamante (CRBio 15.671/02-D) é a nova presidente da CAPES – Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. O anúncio foi feito na sexta-feira, dia 6, pelo Ministério da Educação.

“Quero tranquilizar os bolsistas: o pagamento das bolsas está assegurado. À comunidade acadêmico-científica, digo que ampliaremos o diálogo e manteremos uma comunicação constante. Quanto aos servidores da CAPES, lembro de ficar impressionada com a qualidade dos quadros quando fui diretora. Eles devem ser valorizados”, garantiu Mercedes.

Nascida no Chile e com nacionalidade brasileira, Mercedes Bustamante é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), mestre em Ciências Agrárias – Fisiologia Vegetal pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e doutora em Geobotânica pela Universidade de Tréveris, na Alemanha.

É professora titular da Universidade de Brasília (UnB) no Departamento de Ecologia. Foi diretora de Políticas e Programas Temáticos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação de 2010 a 2013. É integrante da Academia Brasileira de Ciências (ABC) desde 2015. Foi diretora de Programas e Bolsas no país em 2016. É comendadora da Ordem Nacional do Mérito Científico, título recebido em 2018. Ela também integra a Academia Nacional de Ciências.

A cientista se dedica, principalmente, a pesquisas em Ecologia de Ecossistemas, sendo uma das maiores autoridades do Brasil em estudos sobre mudanças climáticas e sobre o bioma Cerrado. Também atua em temas como mudanças no uso da terra e biogeoquímica.

Em 2020, a Bióloga figurou na lista do portal Web of Science, que divulga os nomes mais citados do mundo em publicações e trabalhos científicos. Seu nome apareceu junto aos de outros 18 cientistas brasileiros.

Em 2021, Mercedes foi a entrevistada da edição nº 47 da Revista BioParaná (confira aqui, na pg. 34). Naquele ano, foi eleita e nomeada para a Academia de Ciências dos Estados Unidos (US National Academy of Scientes – NAS), um reconhecimento às suas realizações em pesquisas originais e uma das maiores honrarias que uma cientista pode receber.

* Com informações da CGCOM/CAPES