Conselho Regional de Biologia da 7ª Região - Paraná

Compartilhar Edição

CFBio e CRBio concedem título de Biólogo Honorário em Curitiba

Terça, 27 Novembro 2018 17:29

O Conselho Regional de Biologia da 7ª Região (CRBio-07) realizou em sua sede em Curitiba, na noite de ontem (26/11), a Sessão Solene para a entrega do título de Biólogo Honorário ao pesquisador Fernando Costa Straube. “O título é um reconhecimento do sistema CFBio/CRBios a quem não tem a formação de biólogo, mas ao longo de sua trajetória tem prestado serviços relevantes para as ciências biológicas e para a sociedade”, explica o presidente do CRBio-07, Jorge Augusto Callado Afonso (08.085/07-D).

Na ocasião, a entrega da placa foi feita pelo presidente do Conselho Federal de Biologia, professor e doutor Wlademir João Tadei, enquanto o certificado foi entregue pelo presidente do CRBio-07). A outorga deste título se embasa na Resolução nº 353, de 05 de dezembro de 2014.

DSCN1080

20181126 200332

Nascido em Curitiba, Fernando Costa Straube é pesquisador de Ornitologia desde 1982, ano que ingressou no Museu de História Natural Capão da Imbuia e ficou por 14 anos. É filiado a mais de uma dezena de entidades técnicas, consultor editorial e de temas ligados à conservação da natureza. Atuou como colaborador em comissões governamentais, estudos de impactos ambientais, resgates de fauna e planos de manejo de unidades de conservação. Autor de 141 artigos científicos, 19 livros e 49 capítulos de livros, é membro da Sociedade Brasileira de Ornitologia desde 1994 e sócio da Hori Consultoria Ambiental.

Durante seu discurso, Straube relembrou a história de Emilie Snethlage (1868-1929), ornitóloga e naturalista alemã, residente no Brasil, conhecida por seu trabalho com flora e fauna da Amazônia. “Emilie é um exemplo para todas as gerações subsequentes naturalistas e pesquisadores de campo, por sua coragem e representatividade. A história nos traz algumas reflexões. Não basta o destino traçar o nosso futuro, depende também do nosso esforço e de muita abnegação”, disse.

Quando criança, Fernando Costa Straube já observava e os pássaros e catalogava algumas espécies. Aos 15 anos de idade, segundo ele, foi “acolhido” no Museu de História Natural por Pedro Schecher Neto, engenheiro agrônomo e também biólogo honorário. “Hoje, estão aqui, além da minha família e amigos, meus grandes incentivadores: Pedro Schecher Neto e Elias Karam Junior, meu professor na Universidade. Nunca pensei que fosse ser honrado com este título, ainda mais em um dia tão importante para a preservação e conservação ambiental do Paraná”, comemora, referindo-se à assinatura da Lista Vermelha de Aves Ameaçadas de Extinção no Estado, pela governadora, Cida Borghetti, do qual participou em conjunto com Secretaria de Estado do Meio Ambiente, Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e o Parque das Aves, de Foz do Iguaçu.

DSCN1122

Segundo o presidente do CRBio-07, Jorge Augusto Callado Afonso, a honraria é outorgada com muito critério. “O nome é apresentado à diretoria do CRBio que, após análise e aprovação, encaminha a uma comissão de três conselheiros regionais que, por sua vez, analisam a justificativa, o currículo e os documentos comprobatórios. Em seguida, é apresentado ao plenário do Conselho Regional que, após deliberação, encaminha ao Conselho Federal de Biologia. A diretoria do CFBio analisa o processo e, estando de acordo, constitui uma comissão de três conselheiros federais, de jurisdições diferentes daquela do proponente, para análise da documentação e emissão do parecer conclusivo. O processo e o parecer da comissão são submetidos ao plenário do CFbio, que delibera sobre a concessão título honorífico.Para Fernando Costa Straube, o título foi concedido por unanimidade”, destaca.

Para o presidente do CFBio, Wlademir João Tadei, Fernando Costa Straube faz parte de um grupo de pesquisadores cujas histórias revelam um denominador comum: todos se dedicam integralmente ao estudo da vida, inclusive com sacrifícios pessoais. “Quando assino um título como este, sinto-me realizado porque é um reconhecimento de fato, real, não um título apenas”, valoriza.

Última modificação em Terça, 27 Novembro 2018 17:43